Agrishow faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Como atuar melhor nas redes sociais?

Como atuar melhor nas redes sociais
Confira as dicas do colunista Rodrigo Capella para elaborar as melhores estratégias de comunicação dos seus negócios nas redes sociais!

Fico contente ao verificar que, cada vez mais, as empresas do agro estão investindo em ações nas redes sociais. Trata-se de uma forma extremamente eficaz para criar uma sólida aproximação com o consumidor final e, também, para divulgar marcas junto a produtores e cooperativas.  

Mas, para ser assertiva, a atuação nas redes sociais precisa respeitar a linguagem, ambiente e características desses canais. E é aí que eu fico um pouco triste.  

Vejo muitas dessas empresas do agro não se atentando a conceitos importantíssimos das redes sociais, como propósito, público, relevância e alcance. Publicar um conteúdo com o objetivo de somente publicar não irá gerar engajamento, não terá sinergia e não causará impacto. Será simplesmente um investimento no escuro.  

A atuação certeira precisa ser mapeada, planejada e analisada. Algumas ações que eu fiz nas redes sociais me ajudaram a entender mais sobre esse cenário. Com base nessas percepções, vou compartilhar algumas dicas com vocês:

Uma experiência inesquecível nas redes sociais

Com o objetivo de divulgar ações interessantes de produtores rurais junto ao varejo, lancei o site Agro no Varejo. Mas, como divulgar o site nas redes sociais? Simplesmente postando conteúdo? Com uma iniciativa diferenciada? 

A resposta nos remete ao início deste texto: linguagem, ambiente e características desses canais

A linguagem se refere à forma como o conteúdo é apresentado (texto, foto, vídeo etc.). Já o ambiente é a própria rede social e, nesse sentido, vale observar a dinâmica da rede, a forma como o conteúdo é divulgado e as tendências de comportamento. 

As características estão associadas a como escrever os textos, a como gravar os vídeos e a como tirar uma foto. É a forma de registro (formal ou informal, leve ou densa etc.). 

Foco em estratégia clara

Tendo esse contexto como base, idealizamos a seguinte estratégia:  

  1. Confeccionamos um quebra-cabeça para informar o lançamento do site Agro no Varejo, que foi enviado a jornalistas e influenciadores do Instagram. O resultado foi muito interessante, com postagens impactantes sobre o lançamento do site.
  2. Gravamos vídeos que foram publicados no LinkedIn, destacando os principais tópicos e tendências do agronegócio no varejo e convidando as pessoas a visitarem o site Agro no Varejo. 

A experiência me ensinou bastante sobre propósito, público, relevância e alcance. O propósito nos remete a objetivo claro; o público são os seguidores; a relevância é a importância da mídia; e o alcance é a amplitude do canal.

Projeto Alertas do Agronegócio

Outro aprendizado que vale destacar é o lançamento do projeto Alertas do Agronegócio, que também enriqueceu os meus conhecimentos digitais. Com o objetivo de levar demandas de produtores rurais, empresas do agro e cooperativas para o Executivo e o Legislativo, o documento contemplava tópicos de fundamental importância, como uso de antibiótico na pecuária, logística, tecnologia e segurança no campo. 

A divulgação do Alertas incluiu vídeos explicativos, fotos para registrar a entrega do documento e divulgação de trechos para motivar a participação de produtores rurais, empresas do agro e cooperativas. 

O resultado foi muito interessante e somente foi alcançado porque as publicações nas redes sempre tiveram como objetivo engajar, explicar e motivar.

Dica de ouro para atuar nas redes sociais

As duas experiências aqui relatadas (Agro no Varejo e Alertas do Agronegócio) me ajudaram a entender, por exemplo, que o Instagram é uma rede em tempo real, que o LinkedIn é uma rede analítica, que o YouTube é uma rede de ensinamento e que o Twitter é uma rede informativa.  

Essa é uma dica de ouro. Vamos colocá-la em prática?

Rodrigo Capella é Diretor Geral da Ação Estratégica, empresa de comunicação e marketing com ampla experiência no segmento de agronegócio. Pós-graduado em Jornalismo Institucional, Capella (como é conhecido no mercado de agronegócio) é autor de diversos livros e artigos sobre comunicação e marketing. Idealizador do projeto “Alertas do Agronegócio”, que leva demandas do setor para o Executivo e o Legislativo, e fundador do site Marketing no Agronegócio (www.marketingnoagronegocio.com.br).

Quer saber mais sobre estratégias de vendas online? Confira nosso material exclusivo com dicas para consolidar a presença do seu negócio nas plataformas digitais!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar