Gestão

Por que investir no monitoramento automatizado de pragas agrícolas?

No futuro, a agricultura deverá ser muito mais moderna e sustentável, por isso estará baseada na minimização ou erradicação do uso de defensivos químicos, com consequente uso alternativo de técnicas de proteção das lavouras contra o ataque de pragas.

Para conseguir isso, o co-fundador & CEO da IAgro – Inteligência no Agronegócio, Andrei Grespan, ressalta que a alternância de controle químico com inseticidas e técnicas de confusão sexual de insetos-praga, são ações interessantes para a proteção de cultivos.

Mas para conseguir ter sucesso nessas medidas, o CEO da IAgro explica que o monitoramento automatizado de insetos e pragas é fundamental, já que possibilita coletar maior quantidade de dados que embasam a elaboração de práticas de controle destas espécies.

Hoje, os métodos tradicionais de monitoramento e acompanhamento destas populações nas lavouras demandam muito esforço laboral para inspecionar as armadilhas tradicionais em grandes áreas ou pomares. O monitoramento automatizado irá facilitar isso”, diz.

Além disso, a inspeção tradicional é geralmente praticada apenas uma vez por semana, ao contrário de tecnologias que empregam o monitoramento automatizado, que permitem o controle diário e até mesmo horário, de todas as armadilhas da propriedade.

Dessa forma, as vantagens desta abordagem moderna de monitoramento incluem melhor controle biológico e uso mais sustentável e eficiente de defensivos químicos. Grespan ressalta ainda que o monitoramento automatizado permite uma menor exposição dos trabalhadores a defensivos, redução de resíduos químicos em produtos agropecuários e, consequentemente, proteção ao meio ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *