Gestão

Adote o ILPF com sucesso seguindo esses passos

Segundo especialistas da Embrapa, o sistema de integração lavoura-pecuária-floresta é um sistema que adaptável a qualquer tamanho de propriedade, desde que respeitadas as condições quanto ao clima e ao solo. Portanto, todos produtores podem adotar a ILPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta).

Porém, em propriedades caracterizadas pelo uso intensivo de máquinas agrícolas e insumos (corretivos, fertilizantes, herbicidas, pesticidas) a escala de produção pode ser determinante da viabilidade econômica do sistema. Assim, é necessário que seja realizado um planejamento bem eficiente, aliado à gestão competente e envolvimento de equipes multidisciplinares.

O planejamento está relacionado a toda a elaboração do projeto, por isso deve ser conduzido por um técnico capacitado, que será incumbido de realizar um diagnóstico da propriedade.

Este projeto deve englobar todas as etapas de trabalho, estas vão desde o preparo da área até o momento da colheita e a comercialização dos produtos.

Este técnico deve ainda fazer todas as recomendações para implantação e condução da ILPF, contemplando as demandas de insumos, serviços e mão de obra, com um cronograma de atividades e de desembolso

Além disso, a análise de viabilidade do empreendimento com o fluxo de caixa, além das avaliações periódicas de desempenho devem ser realizadas. Assim, para que o planejamento tenha a eficiência desejável, o produtor e o técnico precisam ponderar alguns fatores de importância significativa. São eles:

  • Condições edafoclimáticas (tipo de solo, topografia, altitude, precipitação, temperaturas máximas e mínimas, umidade relativa do ar e ventos);
  • Atividades já desenvolvidas na propriedade;
  • Análise do mercado para a viabilidade de negociação dos diferentes produtos provenientes da ILPF;
  • Recursos humanos, materiais e financeiros disponíveis para a viabilidade do projeto;
  • Busca pelas fontes de financiamento;
  • Disponibilidade de assistência técnica;
  • Oferta de insumos (corretivos, fertilizantes, sementes e mudas), de assistência e de mão de obra na região;
  • A infraestrutura disponível na propriedade e na região para armazenamento e/ou processamento da produção;
  • Capacidade logística de transporte da produção.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *