Tecnologia

Especialistas comentam vantagens e benefícios da pecuária de precisão. Confira!

A pecuária de precisão significa agregar tecnologia às atividades do dia-a-dia das fazendas. Porém, antes de explicar esse termo, precisamos entender como funciona a pecuária tradicional. Na pecuária dita tradicional, as decisões se baseiam em observação, julgamento e experiência. Atividades que demandam muito tempo, não são eficazes e apresentam confiabilidade reduzida. A pecuária de precisão vem para resolver este problema.

O gerente da área de Negócios de Pecuária de Precisão da Robert Bosch América Latina, Gustavo Ferro, explica que “A pecuária de precisão auxilia a produção animal assistida por sistemas tecnológicos que visam oferecer informação contínua e em tempo real, a partir do monitoramento e controle do animal individualmente”.

Ferro ressalta ainda que a pecuária de precisão faz uso de equipamentos munidos de sensores e tecnologias conectadas, além de softwares inteligentes integrados.

 o pesquisador da Embrapa Gado de Corte (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Pedro Paulo Pires,  relata que a pecuária de precisão facilita toda a parte prática das atividades. “Essa tecnologia torna as atividades mais rápidas, acertadas e simples”, diz. Em razão disso, muitas serão as vantagens na adoção deste tipo de tecnologia.

Praticamente todas as atividades ligadas à atividade se beneficiarão das vantagens da pecuária de precisão.

Neste sentido, o pesquisador da Embrapa opina que as principais vantagens giram em torno do aumento da produtividade e, consequentemente, da lucratividade. Assim, segundo ele, esta tecnologia traz:

  • Facilidade (automação) na colheita de informações em campo;
  • Análise por softwares e/ou aplicativos dessas informações; e
  • Oferta rápida sobre qual decisão é mais acertada;

Ferro segue a mesma linha de pensamento. Ele explica que esse conjunto de tecnologias trará maior controle e poder de decisão mais assertiva.

Ao usar a pecuária de precisão, o pecuarista poderá agir rapidamente em cima das respostas apontadas, criar e rever estratégias de aquisição, nutrição, sanidade e manejo operacional, além de comercializar com segurança e no melhor momento”, explica.

Ferro ainda complementa: “Se o pecuarista não conhece seus números, ele fica impossibilitado de agir de forma eficaz, pois trabalhar com médias e com estimativas dilui perdas e ineficiências de um trabalho que envolve muito custo e tempo”, opina.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *