Agrishow faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Nordeste: máquina para colheita de palma forrageira reduz custos da pecuária

Nordeste máquina para colheita de palma forrageira reduz custos da pecuária.png
Novo equipamento torna colheita mais rápida, com baixa necessidade de manutenção e baixo custo. Tecnologia é resultado de parceria entre Casale, USP e EMBRAPII

“Identificamos que com máquinas especializadas, a palma forrageira pode ser cultivada em larga escala em todo o período do ano, portanto, pode viabilizar o desenvolvimento e forte crescimento da atividade na região de maneira sustentável”, explica o gerente de Engenharia de Produto da Casale, Adriano Mendonça.

Segundo o engenheiro agrícola e professor do Instituto Federal de São Paulo – Catanduva, Alberto Lyra, (participando do projeto através de sua pesquisa de doutorado) o equipamento torna possível a transformação no cenário da pecuária do Nordeste, pois reduz custos e promove ganhos, ao viabilizar a cultura em mais propriedades e em escala superior.

Na USP (Universidade de São Paulo), quem lidera o projeto são os pesquisadores Prof. Dr. Marcelo Becker e Profa. Dra. Zilda de Castro Silveira. Fazem parte da equipe os doutorandos em automação e metodologia de projeto, Alberto Lyra e Henrique Takashi, o engenheiro Artur Valadares e o aluno de iniciação científica, Pedro Murari. 

A palma forrageira

Foi trazida do México e introduzida no Brasil no final do século XIX. Na ração animal, por ser rica em energia, pode ser utilizada na substituição total ou parcial de outros ingredientes com maior custo de produção, como o milho. Também conta com alto teor de umidade, sendo fonte hídrica para os animais. Além de bovinos, também alimenta pequenos ruminantes: como caprinos e ovinos.

De acordo com o Coordenador-Geral de Estudos e Pesquisas, Avaliação, Tecnologia e Inovação (CGEP) da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste - SUDENE, Aildo Sabino, estudos comprovam a eficiência da planta na alimentação de suínos, peixes e aves, pois a planta pode ser utilizada na restauração de solos degradados e tem potencial energético para produção de biogás.

Hoje, o custo de colheita é elevado e ineficiente, pois seu corte e recolhimento são realizados manualmente.

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro da Agrishow lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar