Agrishow faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Digitalização de fazendas reduz custos, agiliza rotina do produtor e valoriza patrimônio

Digitalização de fazendas reduz custos, agiliza rotina do produtor e valoriza patrimônio

Graças à Internet das Coisas (IoT) o agronegócio está cada vez mais conectado e a tomada de decisão por parte dos produtores está mais rápida e eficiente. Informações da consultoria Bain & Company revelam que a digitalização das fazendas gera aproximadamente 10% de ganhos de produtividade e reduz custos de insumos.

De acordo com o presidente da Abinc (Associação Brasileira de Internet das Coisas) e CEO da AgrusData, Herlon Oliveira, o processo de digitalização de uma fazenda envolve instalação de sensores para coleta de dados no solo, maquinários e silos, por exemplo. As informações são transferidas para um banco de dados em nuvem, processadas e transformadas em recomendações específicas para o agricultor ou gestor daquela fazenda.

Todas as informações necessárias sobre clima, plantas, solo e capacidade de armazenagem, por exemplo, são apresentadas um uma única tela. Assim, o agricultor sabe quanto insumo deve aplicar, em qual horário e em qual talhão; se deve acelerar ou parar a colheita; se deve ligar ou desligar o sistema de irrigação; se o silo está cheio ou, ainda, se precisa reorganizar o fluxo de caminhões para retirada da safra.

Oliveira comenta que o retorno do investimento pode variar de acordo com o tamanho da fazenda. Em propriedades de grande porte, aquelas com mais de 10 mil hectares, esse retorno pode acontecer em até 12 meses. Já para pequenas e médias propriedades o retorno pode levar até 36 meses. “No caso dos pequenos produtores, eles podem contratar em grupo a infraestrutura de digitalização”, sugere o presidente da Abinc.

Além das vantagens de ganho de produtividade e redução de custos, como aumento da eficiência operacional, uma fazenda digital passa a valer mais, afinal oferece controle e organização completo das etapas de produção. De acordo com análise da AgrusData, o ganho de patrimônio em uma fazenda digitalização pode chegar a 3% em um período de 36 meses.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar