Agrishow faz parte da divisão divisionName da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Excesso e falta: El Niño mexe com o período de chuva no Sul e Nordeste

Com a alteração da circulação atmosférica causadas pelo El Niño, os sistemas capazes de provocar chuva são impactados e alteram a precipitação nas regiões Sul e Nordeste. Assim, enquanto a primeira apresenta maior frequência de chuva, a outra tem situação inversa.

No Sul, o volume de chuva continua elevado por causa dos diversos sistemas de baixa pressão atmosférica no Paraguai e frentes frias que se posicionam no Oceano Atlântico Sul. “Se no Nordeste o problema é por conta da ausência de chuva, na região Sul o motivo é o excesso”, comenta Alexandre Nascimento, meteorologista especialista em consultoria agroclimática da Climatempo.

No Nordeste o problema é por conta da ausência de chuva, no Sul o motivo é o excesso

Devido à influência direta sobre a temporada das águas, o fenômeno climático prejudica o plantio e o desenvolvimento de diversas áreas produtoras de soja, milho e insumos. De maneira geral, todas tiveram problemas, principalmente no Centro-Oeste onde a fase das águas não começou de forma regular. “O período de semeadura da safra brasileira de grãos com início em 2015/16 já foi prejudicado”, diz Nascimento.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar