Agrishow faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Você segue esses passos para uma boa terminação de suínos?

Você segue esses passos para uma boa terminação de suínos.png
Ciclo de vida de suínos envolve vários desafios, do período de creche até a terminação.

“Sucesso da terminação envolve o acompanhamento e gerenciamento do processo como um todo. É extremamente importante acompanhar o ganho de peso diário, a conversão alimentar e os custos nutricionais, de modo a possibilitar o cálculo do custo do quilo produzido e avaliar se o balanço é  rentável. Importante: alguns produtores avaliam apenas o custo da ração e acabam não levando em conta o quanto essa ração barata foi convertida em peso, tendo a falsa sensação de que está tendo lucro”, alerta o veterinário e técnico comercial da Auster Nutrição Animal, Victor Kuroki.

Ainda durante a creche, o ideal é que os produtores iniciem essa fase com animais com peso próximo aos 23 kg e com 65 dias de vida, o que mostra boa conversão alimentar inicial. “Também é essencial estar atento a diversos fatores, como detalhado protocolo sanitário, adequado programa nutricional e bom manejo, incluindo regulagem dos comedouros e chupetas, além do acompanhamento da curva de consumo dos animais. Dessa forma, os suinocultores podem terminar suínos com 120 kg a 130 kg em 100 a 110 dias.

Já na engorda, quando o objetivo é extrair o potencial máximo de desempenho de cada animal, é fundamental que eles tenham bom consumo de ração para a conversão em carne. “É preciso acompanhar o ritmo de ganho de peso diário, tendo em vista a maior taxa de conversão alimentar, que passa de 1:1,5 na fase de creche para 1:2,4 na terminação, trazendo ganho muscular e acúmulo de gordura”, explica o consultor técnico da Auster.

É necessário ainda atenção à sanidade e à ambiência; suinocultor deve estar atento às vacinações antes do ingresso na fase de terminação, assim como os protocolos medicamentosos determinados para este período, especialmente voltados à proteção dos animais contra  problemas entéricos e respiratórios. Já em termos de ambiência, é preciso que os animais sejam alocados em instalações bem arejadas, frescas e que tenham troca de ar constante. As baias devem ser limpas com frequência, com troca de lâmina d’água ou descarga das valas, evitando a produção e acúmulo de gases.

 

 

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro da Agrishow lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar