Agrishow faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Muitos avicultores desconhecem essa causa de morte das aves

Muitos avicultores desconhecem essa causa de morte das aves.jpg
Subestimada por muito tempo, enterite necrótica – causada pela bactéria Clostridium perfringens - ameaça frangos de corte, galinhas poedeiras, perus e codornas.

Doença pode estar presente em granjas de diferentes formas - como infecção subclínica (crônica), com necrose intestinal focal, quadros diarreicos e acometimento hepático ou em sua forma clássica (aguda), em que ocorre uma enterite necrosante e quadros de mortalidade. "As formas leves e subclínicas da infecção são as que apresentam maior incidência e sua ocorrência vem crescendo com o passar dos anos em todo o mundo", explica o médico-veterinário assistente técnico de Aves da Zoetis, Antônio Neto.

Pesquisas realizadas nos Estados Unidos nas últimas décadas considerando aves assintomáticas e das que morriam em decorrência da infecção, indicam um prejuízo da ordem de U$ 0,05/ave. Em escala mundial, o montante chegaria a U$ 2 bilhões.

Tratamento

"Hoje não existem vacinas para a prevenção da enterite necrótica, mas há boas práticas de manejo para seu controle, como uma nutrição adequada, a adoção de medidas de biosseguridade e a prevenção de fatores imunossupressores para as aves", diz Neto.

Enquanto a vacina não chega ao mercado, a indústria vem utilizando como alternativas probióticos, prebióticos, simbióticos, ácidos orgânicos, extratos vegetais, óleos essenciais e enzimas. "Todas essas opções têm como objetivo principal a saúde intestinal das aves e, consequentemente, melhores resultados zootécnicos e econômicos.

"Além disso, em casos de necessidade de tratamento é indicado o uso da Bacitracina Metileno Disalicilato, via ração ou via água de bebida, pois este terapêutico tem ação nas porções distais do intestino das aves, exatamente onde se encontra a maior quantidade do Clostridium perfringens", finaliza Neto.

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro da Agrishow lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar