Cases

Instituto reduz evasão rural de jovens no RS

Instituto reduz evasão rural de jovens no RS

Nos últimos anos, um dos desafios para a produção rural era manter os jovens no campo e reduzir a evasão para as cidades. O Instituto Crescer Legal, de Santa Cruz do Sul (RS), desenvolveu um programa que faz com que as cotas de aprendizagem saiam das fábricas e vão para o campo. Desta maneira, os jovens são remunerados para aprender sobre gestão rural sem sair de suas comunidades.

A iniciativa envolve o curso “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural” e começou em 2016, sendo finalizada em 2017 com a certificação de 84 jovens, com idades entre 25 e 18 anos, em cinco municípios: Candelária, Vera Cruz, Venâncio Aires, Vale do Sol e Santa Cruz do Sul. Esses adolescentes foram contratados como aprendizes por empresas associadas ao Instituto, de acordo com a Lei de Aprendizagem (Lei 10.097/2000 e Dec. 5598/2005).

De acordo com o diretor-presidente do Instituto, Iro Schünke, a iniciativa ajuda a resolver o desafio da evasão escolar, afinal, para frequentar o curso, os jovens precisam estar matriculados e frequentando a escola. Para 2018, as atividades continuam nos cinco municípios e serão ampliadas para diferentes localidades também no Rio Grande Sul: Boqueirão do Leão e Sinimbu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *