Agrishow faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Como transformar seu pequeno negócio em agroindústria familiar em 12 passos

Representados por mais de 4,1 milhões de estabelecimentos no meio rural e presentes em 84% dos imóveis rurais do Brasil, os agricultores familiares produzem uma parcela significativa dos alimentos que chegam à mesa. Segundo levantamento do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, esses pequenos negócios geram 40% do valor bruto da produção agropecuária nacional. Diante dessa relevância, a passagem para a agroindústria é apontada como salto importante para um modelo que deixa para trás a falta de processos e passa a ser organizado por etapas como beneficiamento, armazenagem, processamento e comercialização da produção agropecuária. Quem entende do assunto, ensina os passos para que os pequenos produtores rurais consigam realizar o sonho da agroindústria familiar.

  1.  Augusto Togni de Almeida Abreu, gerente de agronegócios do Sebrae (Serviço de Apoio à Micro e Pequenas Empresas), explica que o empresário deve entender que processar a produção requer estudo de mercado, estruturas físicas necessárias, legislação vigente, sazonalidade e quantidade de matéria-prima para operar a agroindústria. “Enfim, muito além de apenas a produção primária”. Para Fénelon do Nascimento Neto, pesquisador da área de transferência de tecnologias da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), é essencial aprender sobre o tema com futuros pares, vizinhos ou futuros concorrentes e se munir de respaldo técnico sobre as diversas etapas do processo, até que a sonhada agroindústria comece a funcionar.

  1. Pesquise e converse com órgãos reguladores e fiscalizadores. Iniciar as buscas com a Secretaria Municipal de Agricultura por eventuais informes e estudos ajudam no estudo de cenário. “Informação transformada em conhecimento é primordial para a estruturação do negócio”, comenta Abreu. O passo seguinte é procurar pela Secretaria Estadual de Agricultura, especificando buscas.

  1. Quem pretende trabalhar com empreendimentos agroindustriais alimentares deve conhecer as legislações trabalhistas, fiscal, ambiental e sanitária desse segmento. É condição vital conhecer o produto que se quer processar, identificar a logística ao seu redor, a oferta da matéria-prima e a qualidade desta e os requisitos que envolvem, por exemplo, o escoamento da produção.

  1. Compreenda que o volume de matéria-prima necessária para a agroindústria, pode ser ampliado caso o produtor trabalhe com uma cooperativa ou com produtores associados que sustentem o fornecimento durante todo o ano, sem sazonalidade de ofertas das matérias-primas. O campo de visão deve ser amplificado e a análise de mercado é necessária, assim, a atividade não se restringe apenas a produzir o produto final.

  1. De acordo com Neto, um projeto agroindustrial alimentar requer uma visão de contexto e não apenas de edificação como na maioria das vezes é a preocupação dos futuros empreendedores.

  1. Atente-se para boas práticas de fabricação, que possam ser ameaças de prováveis contaminações dos produtos fabricados. Preste atenção a escolha do local para instalação da agroindústria, seu projeto sanitário, a escolha dos equipamentos, a qualificação dos manipuladores e a procedência da matéria-prima.

  1. Cuidado com a localização. Ao escolher uma área para implantar a agroindústria devemos pensar nos riscos de contaminação que podem resultar de uma simples proximidade de uma estrada, ou mesmo de uma via expressa que poderão estar carreando, de acordo com os ventos dominantes, poeira ou fuligens para dentro do estabelecimento.

  1. Evite locais propícios aos criatórios de pragas, depósito de lixo ou resíduos. Os acessos das agroindústrias devem ser próprios a elas e as saídas planejadas de modo a facilitar a remoção de lixo e resíduos.

  1. Pouca ventilação interna de dentro para fora pode aumentar custos e proporcionar o acúmulo de gases, fumaças, vapores de condensação e desconforto térmico.

  1. Busque a luz. A disposição solar deve favorecer a iluminação do ambiente e permear seus espaços de produção.

  1. Atenção com a proximidade de rios e lagoas observadas devido a regulamentações ambientais, que podem vir a impedir o funcionamento do estabelecimento. Além disso, é preciso cuidado com a possibilidade de enchentes e poluição das superfícies terrestre e dos mananciais de água, pois a existência destas possibilidades pode vir a propiciar a contaminação dos alimentos que possam estar sendo processados.

  1. Resolvido o “endereço” da agroindústria é hora de apresentar os documentos exigidos e a planta da edificação para as instâncias responsáveis pelo registro da agroindústria.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar