Agrishow faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Como conseguir um bom financiamento da Moderfrota?

Como conseguir um bom financiamento da Moderfrota?

O agronegócio brasileiro é um sucesso mundial e a tendência é um crescimento constante para os próximos anos! A comprovação desta afirmação é confirmada pela alta demanda por máquinas e implementos agrícolas no Brasil, representadas pelo desejo dos produtores rurais em buscar opções da melhora da frota agrícola, principalmente os financiamentos Moderfrota.

O Moderfrota é um dos principais termômetros do setor agropecuário brasileiro. A maior procura por esse tipo de linha de financiamento representa o desejo do produtor rural em modernizar sua frota e consequentemente aumentar sua produção.

Para o ciclo 2016/17, o orçamento programado pelo governo foi de inicialmente R$ 5 bilhões, mas a procura por este programa foi tão grande que praticamente obrigou o governo a realocar para o Moderfrota mais R$ 2,5 bilhões de outras linhas que “sobrariam” nos cofres, segundo o Ministério da Agricultura. Porém, um aporte complementar de R$ 1,5 bilhão em recursos vem sendo discutido entre o ministério da agricultura e associações do ramo, como a ABIMAQ e a Anfavea. Totalizando R$ 9 bilhões em crédito para financiamento de máquinas neste ano agrícola.

O que é o Moderfrota? A quem é destinado?

O Moderfrota (Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras) é uma linha de crédito especial exclusiva para a aquisição de maquinários destinados à produção agropecuária.

Este programa é destinado para produtores rurais (pessoas físicas ou jurídicas) além de cooperativas de produtores rurais.

Como solicitar o Moderfrota? Quais documentos são necessários?

O Moderfrota é uma linha de crédito de investimento com recursos do BNDES/ FINAME e, em caso de interesse, o produtor deve procurar uma instituição financeira de sua confiança que esteja credenciada ao BNDES para oferecer tal produto.

Segundo Pedro Estevão Bastos, presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas (CSMIA), da ABIMAQ, os documentos necessários irão variar conforme a instituição financeira. Cada uma destas instituições terá a capacidade de informar ao produtor toda a documentação necessária, além de analisar a possibilidade de concessão do crédito, com consequente negociação das garantias.

Após aprovada, a operação será encaminhada ao protocolo do BNDES que fará a homologação e posterior liberação dos recursos.

Para quais maquinários o produtor consegue financiamento Moderfrota?

O Moderfrota permite a aquisição dos seguintes itens, que podem ser adquiridos de forma isolada ou associada a um projeto de investimento:

Itens novos: Tais máquinas devem estar credenciadas pelo BNDES e apresentar índice de nacionalização que atenda os critérios definidos.

  • Tratores e implementos associados;
  • Colheitadeiras e suas plataformas de corte;
  • Equipamentos para preparo, secagem e beneficiamento de café; e
  • Máquinas agrícolas autopropelidas para pulverização e adubação.

Itens usados: O produtor pode obter financiamento para compra de máquinas usadas, desde que sejam revisadas e com certificado de garantia emitido por Concessionário Autorizado:

  • Tratores e colheitadeiras com idade máxima de 8 e 10 anos, respectivamente, isolados ou associados com sua plataforma de corte; e
  • Máquinas agrícolas autopropelidas para pulverização e adubação, plantadeiras e semeadoras com idade máxima de cinco anos.

O Moderfrota exige renda mínima comprovada?

Segundo Pedro Estevão Bastos, existe uma renda mínima exigida, segundo ele “o enquadramento do tipo de financiamento é basicamente feito pelo faturamento bruto anual do produtor”. Para que ele se enquadre no Pronaf a renda deve ser de até R$ 360 mil anuais.

Bastos complementa dizendo que o Moderfrota também distingue os juros pelo faturamento bruto anual. Assim, para beneficiários cuja renda operacional bruta seja de até R$ 90 milhões, a taxa de juros é de 8,5% ao ano. No caso de renda bruta superior a R$ 90 milhões, a taxa de juros fica em 10,5% ao ano.

Como conseguir taxas de juros mais baixas para o Moderfrota?

A preocupação de todo produtor rural é conseguir negociar taxas de juros cada vez menores. Como já foi dito, os juros do Moderfrota variam entre 8,5% aa e 10,5% aa dependendo da renda do agricultor. “Porém tais taxas não são negociáveis”, diz Pedro Estevão Bastos. Segundo ele o Moderfrota é uma política pública com regras bastante rígidas.

O presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas, da ABIMAQ cita que há uma alternativa de financiamentos com juros mais baratos que é o programa Mais Alimentos. “Os juros deste programa são de 5,5% aa” diz ele. Porém, ele faz uma ressalva importante, já que o “Mais Alimentos” é direcionado somente para pequenos agricultores enquadrados na sistemática do Pronaf.

O Moderfrota pode ser um grande trampolim para o agricultor que sempre sonha com a modernização de sua frota agrícola. O momento atual parece ser bastante propicio para isso! Consulte um agente financeiro da sua preferência e busque mais informações.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar