Culturas

Existe um modelo “ideal” para espaçamento para canaviais?

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil tem mais de 10 milhões de hectares de área plantada com cana-de-açúcar. Hoje em dia, canaviais já podem ser encontrados de norte a sul do país.

Devido a sua grande extensão, há uma grande diversidade de ambientes de produção para cana-de-açúcar, com algumas variedades específicas para produção de açúcar e outras para etanol, cada uma com suas diferentes formas de manejo.

Neste contexto, o espaçamento na hora de formar canaviais costuma ser uma variável bastante importante na determinação das condições e do tipo de manejo agronômico a ser adotado, principalmente após a obrigatoriedade de a colheita ocorrer de maneira automatizada.

As opções de espaçamentos são bastante grandes, mas especialistas explicam que não existe uma fórmula mágica quando o assunto é espaçamento para canaviais, visto que muitas variáveis precisam ser consideradas.

Veja a seguir mais informações sobre o espaçamento para canaviais e as vantagens de cada um dos sistemas mais adotados no país.

Benefícios e variáveis consideradas para o espaçamento para canaviais

No manejo de canaviais, a escolha adequada do espaçamento resulta em diversos benefícios, possibilitando a otimização do uso intensivo de máquinas, facilitando a colheita e contribuindo para o aumento da produção devido à melhor disponibilidade de recursos como luz, água e temperatura, considerados recursos essenciais para que haja aumento de produção.

Porém, para que tais benefícios sejam alcançados, é importante que diversas variáveis sejam ponderadas. Estas serão obtidas por meio da avaliação da propriedade como um todo, onde muitos pontos de importância serão ponderados.

As condições de fertilidade, a textura do solo, o clima e até mesmo o maquinário que será utilizado são algumas dessas variáveis que influenciam diretamente na decisão do melhor espaçamento para canaviais a ser adotado na propriedade.

Além disso, um eficiente espaçamento é indicado para várias situações relacionadas ao manejo, como adequação da palha da cana nos tratos de soqueira, auxílio no controle de plantas daninhas em ambientes restritivos, melhor aproveitamento populacional da planta nas áreas plantadas e, principalmente, na melhoria do rendimento operacional da colheita mecanizada. Baseado nessas variáveis, na atualidade, as opções mais utilizadas são o espaçamento alternado de 1,50 m ou 1,60 m x 0,90 m, o duplo alternado e o espaçamento simples (1,50 x 1,50 m).

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *