Agrishow faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

05 passos para você não errar e lucrar ainda mais

05 passos para você não errar e lucrar ainda mais

Por Rodrigo Capella*

Ampliar os lucros é um dos grandes desafios do agronegócio. Confira a seguir cinco passos que ajudarão você a aumentar o saldo da conta bancária:

1) Intensifique os processos de qualidade

Consumidores optam, cada vez mais, pela compra de produtos saudáveis e de extrema qualidade. Intensifique, portanto, os métodos e práticas que ajudarão você a obter a excelência no plantio, colheita, armazenamento e transporte dos produtos. Atente-se ao conceito de rastreabilidade, importantíssimo para levar boa informação para o consumidor final.  Ao utilizar um aplicativo para escanear um código QR, impresso nas embalagens, o consumidor pode ter acesso a várias informações, como local de plantio, data de colheita, tratamento realizado etc. O QR é um código bidimensional e permite rápida resposta. Pesquise sobre esta tecnologia.

2) Crie uma marca poderosa  

O seu produto ganhará, certamente, valor, se você criar uma marca. Opte por um nome de fácil memorização e passe a adotá-lo em todas as conversas e mensagens trocadas com compradores. Insira o nome no seu cartão de visita, panfletos e na assinatura do e-mail. Se achar interessante, vale também ter um logotipo, com o nome que você criou. Pequenas iniciativas irão conferir ainda mais credibilidade ao seu produto. 

3) Impacte com ações digitais

Divulgar o seu produto nos canais digitais é de extrema importância. Foi-se o tempo em que bastava o boca a boca para você garantir boas vendas. Comece com um blog, contando sobre o dia a dia da sua empresa; ou com um site, apresentando o produto e descrevendo os diferenciais do mesmo. Na sequência, aposte em atuar com frequência em uma rede social, como Facebook, Twitter, Instagram ou LinkedIn. Conecte-se com mais pessoas e aumente as chances de você gerar ótimos negócios.

4) Não seja refém dos tributos

Conheça todas as taxas e impostos diretos e indiretos que incidem sobre a sua produção. Tenha conversas frequentes com profissionais especializados em finanças e tire todas as suas dúvidas. Atente-se às iniciativas que oferecem benefícios e fique atento a eventuais mudanças. Pesquise sobre Lei Kandir e Convênio 100/1997.

5) Considere a exportação com alternativa

A exportação deixou de ser um bicho de sete cabeças. Tudo agora está mais claro e facilitado. Um passo importante é a organização. Caso você não tenha volume suficiente, participe de uma cooperativa ou faça uma parceria com um outro produtor de sua confiança. Atente-se às certificações necessárias e entre em contato com uma tranding para verificar os processos de exportação. Lembre-se: no exterior, dependendo do período e do produto, você poderá ter um melhor preço.

Reflita sobre estes cinco passos com cautela e verifique se eles são interessantes para a sua propriedade e seu produto. Caso opte por adotar somente parte deles, fique à vontade. A decisão é e sempre será sua.

(*) Rodrigo Capella trabalha com agronegócio desde 2004 e é palestrante, consultor e diretor geral da Ação Estratégica – Comunicação e Marketing. Tem artigos sobre agronegócio publicados no Brasil e no exterior e é autor de vários livros, entre eles “Como turbinar as vendas de uma empresa de agronegócio com ações de marketing e comunicação”.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar