A Agrishow

Soluções em plástico garantem mais economia ao agronegócio

O setor de transformadores do plástico está desenvolvendo soluções para o agronegócio, especialmente para diminuição de perdas, redução de manejo e aumento da produtividade, para produtores de todos os portes. As inovações vão desde produtos que utilizam resina reciclada, produzidos a partir de etanol até “adaptações” do que era usado em produção de ciclos curtos para cultivos de ciclos mais longos.

Tradicionalmente, o mulching é utilizado no cultivo de hortifurtis. Percebendo os resultados obtidos, pensou-se na possibilidade de usá-lo em cultivos de ciclos mais longos como o café. Por ser preto, ele impede a passagem de radiação solar o que impede o surgimento de ervas-daninhas e retém líquido mantendo o solo úmido.  O produto dispensa uso de herbicida ou capina manual e tem durabilidade de 24 a 30 meses.

Ana Paiva do desenvolvimento de mercado da Braskem lembra que o material foi projetado para ter uma vida útil especifica. Não pode ser reaproveitado nem deixado mais tempo sobre o solo e deve ter o descarte correto. Além disso, não é recomendável usar o mulching do hortifrúti no cultivo de café.

As big bags, fabricadas com 50% de resina reciclada a partir de unidades já utilizadas, estimulam o descarte correto do produto e permite que matéria-prima volte para a cadeia produtiva.

Outra solução “verde” contempla um sistema de irrigação de gotejamento, chamado de pe-verde (polietileno verde) produzido a partir do etanol, que garante que mais de 90% da agua chegue à raiz da planta permitindo um controle de recursos hídricos.

Há ainda o silo bolsa, usado para armazenagem de grãos e silagem. Com formato de túnel flexível de polietileno, medindo até 100 metros de comprimento, cria um ambiente sem oxigênio, que impede surgimento e desenvolvimento de insetos e pragas durante o período de armazenagem, também permite estocagem por até 12 meses, é possível segregação em lotes e menos perda de alimentos

Para armazenar alimento para o gado leiteiro, Ana lembra que foi desenvolvido o wrap, um filme de polietileno, de alta aderência, para envelopamento de fardos pré-secados, mais palatáveis ao gado. O filme também tem a função de manter o valor nutricional do alimento e permite armazenamento por até 12 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *